quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Airbus entra no programa do C-Series da Bombardier

A Airbus e a Bombardier sacudiram o mercado global de aviação ao anunciar um acordo com potencial para mudar a dinâmica do setor. A Airbus anunciou a compra de 50,01%  do programa de C-Series da Bombardier. Isso significa que a Airbus será a dona da nova aeronave de 100 a 150 assentos lançada pela fabricante canadense. A Bombardier ficará com 31% e o governo do Quebec com 19%. A transação ainda está sujeita a aprovação dos órgãos reguladores.


A Família C-Series é concorrente da Família EJet-E2, da Embraer, e também do Boeing 737MAX. A aliança com a Airbus, cria uma rival mais ameaçadora para a Embraer e já começa a especular uma aproximação entre Embraer e Boeing, para se contrapor a união Airbus-Bombardier.


Desde o desenvolvimento, os jatos C-Series colecionaram polêmicas. A Bombardier via nos C-Series a sua grande salvação para as vendas declinantes dos jatos CRJs. Porém a fabricante encontrou grande dificuldade para conseguir vender seus jatos no mercado, apesar de toda a tecnologia e economia prometida. A Bombardier começou a ter dificuldades financeiras e o programa C-Series começou a ficar ameaçado. O governo do Quebec entrou no programa depois de fazer aportes de mais de US$ 2 bilhões. Os recursos injetados pelo governo canadense logo foram alvo de reclamações da Embraer na OMC. A Boeing também começou a acusar a Bombardier de praticar dumping depois que ela conseguiu fechar uma encomenda de 75 unidades para a Delta. Como resultado os EUA determinaram uma tarifa de 300% para os jatos da Bombardier vendidos nos EUA.

Air Berlin anuncia seu próprio fim

A Air Berlin, que entrou em recuperação judicial há pouco tempo, anunciou que irá encerrar todas as suas operações até o dia 28 de outubro. A aérea já avisou seus funcionários da decisão e alertou que não terão empregos garantidos na futura proprietária da empresa.
A Lufthansa anunciou que chegou a um acordo para adquirir as subsidiárias da Air Berlin, Niki e LGW, que serão inseridas nas operações da subsidiária low cost da LufthansaEurowings. A Lufthansa também anunciou que vai adquirir a maior parte da Air Berlin com a aquisição de 81 aviões e cerca de três mil funcionários.
Desde de 2016 a Lufthansa já havia arrendado 38 Airbus A319 e A320 da Air Berlin para operar pela Eurowings. O conselho do Grupo Lufthansa já havia aprovado pesados investimentos na Eurowings para a expansão da frota e da malha. Com a aquisição, a Lufthansa aumentará a sua posição dominante no mercado europeu e se tornará praticamente absoluta na Alemanha e na Áustria. Essa dominância, fez com que muitas companhias aéreas na Europa protestassem.
A Air Berlin também afirma que está em negociação com a Easyjet, que teria apresentado uma oferta para adquirir 30 A320 da Air Berlin.
Outra companhia na Europa que está em situação delicada é a Alitalia. A Lufthansa também é uma das principais interessadas em adquirir parte da companhia aérea italiana.
terça-feira, 17 de outubro de 2017

Notícias rápidas - outubro/2017

Latam terá hangar em Guarulhos
A Latam anunciou o plano de investir na construção de um novo hangar de manutenção no Aeroporto Internacional de Guarulhos, que atenderá todos os modelos de aeronaves da frota do grupo. O local para a construção do hangar será ao lado do hangar da American Airlines, parceira da Latam na aliança OneWorld, o seu primeiro hangar fora dos EUA.

Azul vende ATRs
A Azul anunciou a venda de dez ATR 72-600 em 2017 e 2018 para a empresa de leasing NAC, reduzindo assim a sua dívida. A venda faz parte da estratégia da companhia de renovar a frota com aeronaves maiores, como o A320neo. Porém o presidente da companhia afirmou que o ATR continua nos planos da empresa.

Airbus A321neo no ar
A Avianca se tornou a primeira companhia aérea nas Américas a operar o novo A321neo. Configurada para 195 passageiros, a aeronave irá voar em voos domésticos na Colômbia e em voos internacionais.

Recife é Azul
A Azul reforçou os voos no seu HUB no nordeste: Recife. A empresa irá voar para os destinos internacionais Fort Lauderdale, Rosário e Córdoba, além de Serra Talhada e Caruaru. A parceira Azul-Tap e o HUB no Recife já estão rendendo frutos, onde a Tap pôde aumentar a frequência dos seus voos para a capital pernambucana devido à maior conectividade. A Azul também pretende se aproximar mais de sua outra parceira United.

Fortaleza é laranja
A Gol, Air France e KLM anunciaram em conjunto a criação de um HUB em Fortaleza. As três companhia anunciaram novos voos a partir da capital do Ceará, incluindo voos diretos para Paris e Amsterdã. Já a Gol vai reforçar as ligações para cidades como Manaus, Belém, São Luís, Salvador e Natal. O prefeito da cidade também revelou que está em negociação com a Delta e a Gol para a implementação de um voo direto para os EUA.

Latam expande no internacional
Aproveitando a melhora no mercado internacional, a Latam anunciou novas rotas a serem operadas em 2018: São Paulo - Roma, São Paulo - Lisboa e São Paulo - Boston. Os voos serão operados com o Boeing 767-300ER.

A330neo decolou
O A330neo voou pela primeira vez no dia 19 de outubro, decolando às 9h57 no Aeroporto de Toulouse, na França. Lançado em 2014, o A330neo é a nova geração da Família A330 e promete reduzir o consumo de combustível em mais de 14% por assento. A Tap será a primeira companhia aérea no mundo a operar o modelo, em 2018.

Translate

Receber Posts por E-Mail

Sobre Nós

Minha foto
aviacaocomercial.net
O site AviaçãoComercial.net foi criado em agosto de 2009, a partir do site FSDownload.net (lançado em 2004). O site www.aviacaocomercial.net é dedicado a aviação comercial brasileira e mundial, com informações sobre aeronaves, companhias aéreas, dados e etc. O Blog de Notícias se dedica a informar aos visitantes as últimas notícias da aviação comercial brasileira e os principais acontecimentos da aviação comercial mundial.
Visualizar meu perfil completo

Versão Para Celulares

Versão Para Celulares

Notícias Populares

Postagem em destaque

1914-2014: 100 Anos de Aviação Comercial!

No dia 1º de janeiro de 1914 aconteceu o primeiro voo comercial da história. Abram Phell pagou U$400 para fazer a viagem de avião pela St....

Tecnologia do Blogger.